Bodas de papel

No dia seguinte do meu casamento eu perguntei pro Tim: “quando sera que comeca a ficar ruim?” ele disse: “nunca”! Mas quando perguntamos pra um amigo dele aqui, o cara disse que a coisa comecava a desandar depois de uma semana.

Ai ontem o Tim chegou com um cartao lindo para comemorar o nosso aniversario de 7 dias e um mini-ursinho combinando. Eu quase chorei de emocao e entao achei que esta data linda merecia uma massa maravilhosa e super simples que eu adoro fazer. Foi ai que eu descobri o pior: gente, meu marido eh mesmo ingles!!! Estou casada ha 7 dias com um ingles que nao me deixa colocar sal direito na comida!!!! Eu consegui fazer o pior macarrao da minha vida! Uma folha de papel chamex seria mais saborosa! Sera o fim dos petiscos saborosos e do colesterol alto? O inicio da batata frita temperada com vinagre branco? Sim, amigos, esta deve ser mesmo a crise de uma semana.





Welcome to England, de novo!

Atendendo a pedidos, vou explicar aqui o que todos querem saber: como eh estar casada e como eh voltar pra Inglaterra. Bom, estar casada eh como estar de ferias, fazendo o que voce quer, acordando tarde, ao lado de uma pessoa que voce ama muito. Significa tambem comprar coisas lindas para sua casa nova, que no caso eh uma casa velha, assim como tudo ao redor. Ou seja, casar eh como diria o ditado: “melhor do que morrer queimado”.

E voltar para a Inglaterra significa voltar para uma cidade pequenininha e feita de tijolinhos, entrar pelo lado esquerdo do carro mesmo quando eu sou o passageiro, lembrar do cheirinho do cha com leite, comer comida indiana, achar lindas as flores na rua e perceber que voce fala ingles muito mal.

No fundo a sensacao eh de que o mundo eh muito pequeno, tanto que estou acreditando que posso ir pra casa dos meus pais para o fim de semana. So percebi mesmo que nao estava mais no Brasil quando reparei nas estradas todas lisinhas e no banheiro do posto de gasolina, que era mais limpo do que o da minha casa.

Resumindo que por enquanto nem estou com saudades do meu pao-de-queijo e muito menos da minha vida de solteira. So a familia e os amigos eh que me farao falta, mas sei que o que nos separa eh so um voo de 12 horas e um fuso horario de 4. Quem sabe nao apareco para o almoco de domingo? 😉





O noivado

Eis que na segunda feira o Tim chegou de viagem trazendo meu anel de noivado, nossas alianças e alguns presentinhos que fariam papai noel morrer de inveja. Foi então, no aeroporto, que eu fui pedida em casamento, através de uma camiseta que dizia “você quer se casar comigo?”. Como a idéia original merecia, eu aceitei e então ficamos noivos na segunda mesmo, o que já dura 3 dias. Acho que amanha devemos nos casar, pois consultamos as agendas de ambos e estamos os dois disponíveis nesta sexta feira a noite.



Já estamos com os bem-casados prontos e já recebi meu visto-de-noiva. Sim, acreditem, eu preciso de um visto especial para me casar no civil la na Inglaterra. A parte que eu mais gostei foi a observação de que eu estou “proibida de trabalhar ate a consumação do casamento”. Uma pena entao a oficialização la já estar marcada para outubro. E vocês já estão todos convidados, pois terei uma festinha la também. Preparem as passagens aéreas, os casacos e os guarda-chuvas, enquanto a Inglaterra ainda não pede visto para convidados.