Earth hourHora do Planeta

Colaborando com a campanha mundial da WWF, sabado desligamos as luzes as 8:30pm, bem no meio do nosso jantar e antes de nos arrumarmos para sair. O que aprendemos com a experiencia:

– Jantar no escuro deixa a mesa 70% mais suja e te faz beber 90% mais vinho.
– Para sair bem na foto sem flash seus dentes devem estar brancos.
– Algumas vezes eh dificil saber o que eh o creme e o que sao as frutas em um struddel.
– Voce se sente linda mesmo se vestir a roupa do lado avesso.
– Maquiar no escuro pode te deixar com a cara da velha da Praça é Nossa.
– Se ao chegar no bar tiver um cara usando a mesma camiseta que sua amiga, ele tambem participou da hora do planeta.

Lake DistrictLake District

Se voce pensava que regiao dos lagos era so aquele grupo de cidades beirando o mar sem ondas no caminho de Cabo Frio, enganou-se. Por aqui tambem temos a regiao dos lagos, o famoso Lake District, que fica ao noroeste do pais. A regiao eh formada por varias cidadezinhas em volta – obviamente – de varios lagos. Pois fomos passear em uma delas, Windermere, como parte do nosso programa domingo-legal (a cada domingo vamos a um lugar diferente, ou fazemos algo divertido juntos, como andar de bicicleta – ta bem, as vezes nao tao divertido assim).

A cidade eh linda, cheia de pousadinhas (os famosos Bed & Breakfast) e casas historicas – veja bem, pra ser considerada historica aqui a casa tem que ser quase da epoca dos vikings. Ouro Preto seria apenas uma adolescente se comparada com as coisas daqui. E quanto mais velho e caindo aos pedacos, mais valorizado. Veja a rainha por exemplo.

Outra atracao do local sao os patos – eles sao iguais a colega de trabalho chato: voce so tem um bombom, voce oferece por educacao e ele aceita. Portanto cuidado ao apontar, mesmo sem querer, um pedaco de pao ou qualquer outra guloseima a estas criaturas, pois eles sao cheio de auto-estima e virao sem pestanejar. Nao satisfeitos em ficar apenas na agua, eles caminham pela orla, posam para fotografias e fazem suas necessidades. Nao sei o que eram em maior quantidade, os patos ou os chineses que tiravam fotos deles.

Voce tambem pode alugar uma canoinha para dois e passear pelo lago, mas achei meio arriscado, vai que um pato se oferecia para ir conosco. Ou pode optar pelo mais seguro, comprar um ticket para o passeio de barco pelos lagos e vilas. Mas como sempre, um grupo de chineses chegou primeiro na fila e tomou todos os lugares. E eu reclamando dos patos.

Poem to my parentsPoema para os pais

como eh lindo ver meu pai com a netinha no colo.
a cara dele eh a cara de uma crianca, com um brinquedo novo.
e a dela eh a cara de uma crianca, com um avo novo.
e como eh ainda estranho pra mim ver meus pais sendo avos, a cada dia mais.
e ser avos pra eles parece ser ainda melhor.
se ela joga tudo no chao eles acham lindo.
jogaria ela um martelo no dedo deles e eles achariam o mesmo.
e ela se remexe, controce e tem vida propria quando esta no colo do vovo.
e se nao esta, faz manha, agora aprendeu ate a fingir o choro para conseguir ainda mais um pouco de amor.
o amor que ja eh todo dela.
como eh lindo ver a netinha deles crescer.
como eh lindo saber que vem mais um(a) por ai e meus pais serao ainda mais avos.
como eh lindo ver meus pais.
como eh bom saber que sao meus.

meanwhile on msn…enquanto isso no msn…

*corri e enviei um email de parabens para a flavia. ai voltei para a amiga:

eu: mas e ai, voce tem mais noticias dela?
amiga: sim, ela esta boa!
eu: ah que bom. mandei um email pra ela.
amiga: agora voce tambem podia ter um pra puxar a fila das recem-casadas.
eu: ue, mas a flavia ja puxou.
amiga: ah, mas ela ja estava casada ha um tempo.
eu: uns 4 anos?
amiga: nao, 9 anos.
eu: tem certeza? como o tempo passou rapido!
amiga: pois eh.
eu: perai, 9 anos eh impossivel! a gente formou em 2000, ela deve ter se casado tipo em 2004.
amiga: ela disse 9 anos… ou sera que sao entao 9 anos que ela conheceu o ewerton?
eu: perai, de quem voce esta falando?
amiga: da flavia uai, flavia e ewerton.
eu: ewerton??

*acabei de mandar outro email pra flavia&carlos, antes que ela achasse que eu estou louca.amiga: ta sabendo da novidade?
eu: nao, conta!
amiga: a flavia ta gravida!
eu: meu deus! que lindo!

*corri e enviei um email de parabens para a flavia. ai voltei para a amiga:

eu: mas e ai, voce tem mais noticias dela?
amiga: sim, ela esta boa!
eu: ah que bom. mandei um email pra ela.
amiga: agora voce tambem podia ter um pra puxar a fila das recem-casadas.
eu: ue, mas a flavia ja puxou.
amiga: ah, mas ela ja estava casada ha um tempo.
eu: uns 4 anos?
amiga: nao, 9 anos.
eu: tem certeza? como o tempo passou rapido!
amiga: pois eh.
eu: perai, 9 anos eh impossivel! a gente formou em 2000, ela deve ter se casado tipo em 2004.
amiga: ela disse 9 anos… ou sera que sao entao 9 anos que ela conheceu o ewerton?
eu: quem eh ewerton?
amiga: como assim? flavia e ewerton.
eu: ai meu deus!! de que flavia voce esta falando?!

*acabei de mandar outro email pra flavia (a do carlos) antes que ela achasse que eu estou louca.

The day the Spanish killed the EnglishO dia em que o espanhol matou o ingles

Tim’s dad’s girlfriend, from Cuba, says in spanish, with her unique accent: “Martin, when we go to England I’d like to visit the city of ‘Viliam Shaquisparie”
Tim’s dad, very polite, says in his spanish which would make all the other english pround: “What is that, Mary?”
she, full of disbelief: “oh my god, how can you be English and don’t know who was Viliam Shaquisparie? The man who wrote Romeo and Juliet!”

I’m sure William Shakespeare turned in his grave after hearing that.

Namorada do pai do Tim, cubana, fala em espanhol: “Martin, cuando estamos en Inglaterra me gustaria ir ver la ciudad de Viliam Xaquispare”
Pai do Tim, todo educado, em seu espanhol para ingles ver e morrer de inveja: “pero que essa cosa, Mary?”
ela, indignada: “Dios! Como puede ser Inglés y no saber quién fue Viliam Xaquispare, Martin? El hombre que escribió Romeo y Rulieta!”

Tenho certeza de que William Shakespeare se remoeu na tumba depois de escutar esta.

CyclingCiclismo

I’m pround to say that I solved that internal question which has been eating the human being’s mind for decades: shall I marry or shall I buy a bike? Since the first option was already taken, Tim decided to make myself a complete woman and bought me a bike as a gift.

So we went to the local chase to enjoy the warm morning, at 10 degress, tipicaly dressed with our pedal-brazil clothing, which Tim had bought centuries ago, when Robinho didn’t even pedal. But when I jump on my bike I had the feeling I was on my “caloi-cecizinha*-with-no-wheels”. I have to agree that the last time I remembered cycling I was about 14 years old, but I never thought the saying “we never forget” was just a joke. I was trying to keep myself in a straight line, going out of the stream and holes while Tim was climbing hills and banks, going through muddy puddles and getting the attention of the female horses of the region, who were completely falling in love for his wheelies.

At the end of our trip, the pain in my down parts made me review and respect the famous saying. I’m really not going to forget that I’ve cycled for the next 10 days!

*Caloi – a brazilian bicycle make, really popular in the 80’s. “Cecizinha” was one of the types, especially for girls.Eh com orgulho que posso afirmar que solucionei aquela questao interna que vem remoendo a mente do ser humano ha decadas: sera que caso ou compro uma bicicleta?? Como a primeira opcao ja estava tomada, o Tim resolveu me fazer uma mulher completa e me deu uma bicicleta de presente.

E la fomos nos para a mata local aproveitar a manha quentinha de 10 graus, tipicamente vestidos com nossos trajes pedala-brasil, que o Tim havia comprado ha seculos atras, quando Robinho ainda nem pedalava. Mas eis que ao subir na minha magrela eu tive a sensacao de estar na minha caloi-cecizinha-sem-rodinhas. Tudo bem que a ultima vez que me lembro de ter andado de bicicleta eu tinha uns 14 anos, mas nao pensei que aquele ditado “a gente nao esquece nunca” fosse pura balela. Eu tentando me manter em linha reta, desviando do rio e de buracos, enquanto o Tim subia morro e barranco, passava em poco de lama e atraia a atencao ate das eguas da regiao, que ficaram apaixonadas com os cavalinhos-de-pau que ele dava.

No fim do passeio, a dor nas partes-baixas me fez rever e respeitar o famoso ditado. Eu nao vou mesmo me esquecer de que andei de bicicleta pelos proximos 10 dias!

After the carnivalDepois do carnaval

Acabado o carnaval que passei fantasiada de baba ao som do samba-do-crioulo-doido, foi hora de me preparar para uma segunda-feira de cinzas. Eu nao imaginava o sentimento de salao-sem-serpentinas que fossemos sentir com toda aquela paz reinando ao redor, a casa imaculadamente arrumada e ninguem brincando com meus sapatos. O Tim super cabisbaixo durante o jantar e eu tentando pensar em formas de preencher aquele vazio. Quase propus que tivessemos um filho, mas antes que a insanidade me tomasse por completo lembrei que poderia sugerir algo muito mais sensato, como irmos a França num final de semana deste mes para visitar a filhinha dele.

Enquanto isso, minha irma me manda as fotos da minha sobrinha, que aos 8 meses ja engatinha, fala mama-papa-vovo-auau, desce da cama sozinha e so faltou dancar bale com sua fantasia de carnaval. Ja posso ate ver que ja ja sera ela mais uma a brincar com meus sapatos e trazer mais confetes para nossas vidas.