Pao-de-queijo

Hoje fiz pao-de-queijo! E voces estao ai pensando: e dai? Sim, parece ridiculo para nos estas trivialidades, mas eh que aqui nao existe polvilho. Simplesmente porque aqui nao existe mandioca. Nao consegui explicar pra ninguem o que eh esta nossa raiz com cara de batata-doce, que serve para fritar, assar, cozinhar, comer com sal, acucar ou melado, fazer bolinhos, cubinhos ou ainda ser chamada de aipim.

Ta bem, ta bem, confesso que eu nao fiiiiiiz assim o pao de queijo propriamente falando, porque na verdade trouxe uma mistura pronta das massas vilma da ultima vez que vim do Brasil. Mas pelamordedeus nao tirem meu credito, porque foi o pao de queijo mais suado que eu ja comi! Isso porque no aviao estava um cara que me contou um caso sobre “o amigo de um amigo” que trouxe uma mistura dessas na mala e ao chegar no aeroporto a seguranca duvidou da origem do po branco empacotado e deu uma dura no rapaz. Passei entao a metade do vôo me borrando de preocupacao, rezando para que nao pedissem para abrir minha mala pois eu nao sabia nem falar polvilho em ingles. Ja estava ate me vendo la explicando pro camarada: oh moço, ve la se eu tenho cara di quem mexi com droga? Larga de ser besta sô! Isso aqui eh pao-di-quejo moço, la da minha terra, nos tudo come isso quase que todo dia. Eh bao padaná, prova um aqui so proce ve. E se ele encucasse eu ia manda-lo ir plantar madioca.

paodequeijo 004

Casos da semana

Voo da Tap Portugal (Lisboa – BH)
Entro no aviao e peço educadamente licença a mulher que esta sentada a minha poltrona vizinha. Ela levanta-se, carrancuda,  sem nem olhar pra mim. Eu agradeço, ela nao responde. Penso: raio de portuguesa mal-humorada. Uma, duas, tres horas sem trocar uma palavra comigo. Tedio, num voo de 10 horas durante o dia. Puxo assunto, ela responde so com a cabeca, ainda sem me encarar. Tudo bem, ela tem bigode. Usa roupas de 1952. Sapato bico quadrado, sola quadrada, baixinho. Colete estampado das dançarinas de fado, bem antigamente. Cabelo igual ao do beiçola da Grande Familia.

Na chegada ao Brasil a aeromoca avisa: quem nao for brasileiro tem que preencher o formulario da imigraçao. A portuguesa nao levanta a mao. Era brasileira.

 

Maria Clara – claro.

– Olha Maria Clara, a formiguinha! O que ela esta carregando? Eh um bolinho?!!
(Maria Clara avança na formiguinha para tomar o pedacinho de bolo do pobre inseto)

Maria Clara chega no clube com um vestido branco estilo Yemanja e um colar da minha mae, que pra ela bate ate o joelho, e ela nao deixa mais tirar.
– Maria Clara, voce esta igual uma baianinha com este colar da vovo.
- bananinha?

Maria Clara ve um besouro no chao:
– pisou! Pisou!
– Nao Maria Clara, o besouro eh amigo.
Ela agaixa e olha pro inseto: oooooi.

Maria Clara na sorveteria:
– gelado, gelado, gelado, que que que!
(E come um pote de açai).
No dia seguinte ve um pote de feijao preto em cima da mesa: gelado, gelado, gelado, que que que!

Meus dois amores

Eis que cá estou eu no Brasil de novo! Como disse meu pai, eu venho mais na cidade deles agora do que quando estava em BH. Eu não poderia deixar de conhecer minha nova sobrinha e matar as saudades da minha sobrinha “antiga”. É, porque a Maria Clara, com apenas um aninho e 3 meses, já virou a adulta da casa, com a chegada da Larinha. A primeira vez que ela foi visitar a priminha nova disse: “neném-cabelo”. E agora deu pra ficar com ciúmes. É só pegarmos a Lara no colo que ela fala: “neném-não. neném-não”.

Meu irmão e minha cunhada estão mais que babando. Não param de lamber a cria. A Lara só acorda uma vez por noite para mamar, mas eles acordam de hora em hora, de saudades. Falei que estão como José e Maria velando o sono do menino Jesus na manjedoura. E eu estou me sentindo um dos reis-magos, vim de bem longe trazer incenso-mirra-e-ouro. Agora só peço que Deus e a estrela de Belém abençõem estas menininhas. Ser tia de duas princesinhas é melhor do que noite de Natal.

2º AnniversaryAniversario 2

2nd October 2008 – 2nd October 2009
1 year of our english wedding

Brasil_October 012Brasil_October 008Brasil_October 010Brasil_October 011Brasil_October 013

A kiss with an italian stick taste to my english husband. The best husband in the world :)02 de Outubro 2008 – 02 de Outubro 2009
Um ano do nosso casamento na Inglaterra

Brasil_October 012Brasil_October 008Brasil_October 010Brasil_October 011Brasil_October 013

Um beijo com gosto de palitinho italiano para o meu marido inglês. O melhor marido do mundo :)