cooperacao

eu – olha so amor, aqui neste livro esta falando que eu tenho que andar, nadar e fazer yoga.
tim – ja sei, voce anda ate a academia na esquina, nada, volta pra casa e toma um yogurt.
eu – ha engracadinho.

eu – agora serio amor, aqui tambem ta falando que voce tem que fazer massagem nas minhas costas.
tim – ta bem, amanha eu te mando uma mensagem. No seu celular.

bebes de primeiro mundo

Para voce que ainda acha que ter um bebe em um pais “desenvolvido” eh coisa de primeiro mundo, ai vao alguns fatos que voce precisa saber:

– Esqueca aquele seu medico(a) querido que voce conhece desde que descobriu que papanicolau existe. Aqui nao tem disso. O sistema de saude eh publico e igual para todo mundo, entao se voce precisa de uma consulta, vai ser atendido pelo primeiro medico disponivel.

– Mas nao pense que so porque voce esta gravida vai ter direito a uma consulta medica. O medico mesmo nao vai te ver em nenhum momento durante os 9 meses. Nem depois deles. Quem vai acompanhar toda a sua labuta sera uma “midwife”, uma especie de parteira, daquelas do tempo da sua bisavo. Tudo bem, elas podem ter o dom pra isso e inclusive fizeram faculdade para exercer a funcao. Ainda assim acho estranho. E nao consigo parar de pensar em Maria Santa soprando uma garrafa enquanto dava a luz ao primeiro filho de Ze Inocencio, na novela Renascer. Aquilo nao foi um parto, foi um trauma da minha infancia.

– E qual a primeira coisa que voce faz quando voce descobre que esta gravida? Exames e um ultrassom, certo? Aqui a primeira coisa que voce faz eh esperar. Esperar ate completar pelo menos 12 semanas de gravidez, quando voce entao recebera a visita de uma midwife. Antes disso voce nao eh considerada gravida aqui, mas sim uma despesa a ser evitada pelo sistema publico de saude.

– E para completar, se voce horrorizava quando a sua avo te contava que deu a luz a 7, 8, 12 criancas sem anestesia, melhor rever estes seus medinhos tolos. Peridural aqui eh luxo e o normal mesmo eh o parto “natural”, onde te dao apenas um gas para voce respirar e entao aplicam a tecnica do “bebado que levou uma surra no bar”: ja que voce esta meio drogada e sem muita condicao de reclamar, so vai ver o estrago causado mesmo no dia seguinte.

*Ai que saudade da Unimed.

estar gravida eh…

acordar de 3 em 3 horas durante a noite para ir ao banheiro
sentir fome de 1 em 1 hora e ter que comer de qualquer maneira
ficar inchada e se sentir linda
ganhar 2 quilos em um mes e se sentir linda
nao conseguir murchar muito a barriga e se sentir linda
se pegar sorrindo assim, meio sem motivo…

2011 promete

Ferias na visao feminina

As primeiras 3 semanas no Brasil foram simplesmente perfeitas. Fiz as unhas, massagem, depilacao, cortei o cabelo, fui a academia, aproveitei meus pais, meus irmaos, brinquei com minhas sobrinhas, babei no meu novo sobrinho. Comi coisas gostosas. Visitei algumas amigas, botei a fofoca em dia. Visitei a familia. Comi pao-de-queijo, feijoada, doce de figo em calda, sopa de fuba. Fiquei em casa. Aproveitei a tarde para dormir ou nadar com minha sobrinha. Tomei sol. Sorvete. Acai. Ai o Tim chegou para outras 3 semanas, fazendo as ferias ainda mais completas. Teve natal. Fomos para a praia. Foi meu aniversario. Reveillon. Tudo isso com as pessoas que amo. Voltamos da praia. Descobri que vou ser mae. 2011 nao poderia ter comecado melhor.

Ferias na visao masculina

Demorei 6 horas para chegar ate o aeroporto por causa do mau tempo. Entrei no aviao e apaguei. Acordei 3 horas depois com o aviao parado. Achei que ja havia chegado, mas descobri que ainda nao haviamos nem deixado Londres. Tudo isso  gracas a um passageiro que teria feito o check-in mas nao apareceu para embarcar. Como as malas do infeliz ja estavam no aviao, nao poderiamos partir, por questoes de seguranca. Perdi a conexao em Portugal. Mofei 5 horas no aeroporto em Lisboa. A companhia aerea me enviou para um hotel onde passei a noite. Pelo menos o hotel era 4 estrelas, o jantar decente e tomei algumas cervejas (mais especificamente 2, a quantidade era limitada). No dia seguinte, o voo para BH estava lotado. Me colocaram num voo para o Rio de Janeiro. Cheguei no Rio, mas minha mala nao. Cheguei em BH para encontrar minha mulher. Cansado, fedendo, cabelo oleoso e sem minha mala. Nos proximos dias a solucao foi tomar umas cervejas e tentar relaxar. A mala apareceu 4 dias depois. Finalmente posso passar desodorante. Usar minhas proprias cuecas. Ai veio Natal, comida e cerveja. Depois praia. Ficou nublado, choveu, mas tinha cerveja. Cortei meus dois dedos polegares tentando partir um queijo argentino (bem que meu sogro me advertiu contra estes hermanos) Reveillon, mais cerveja. Peguei uma infeccao intestinal. Deve ter sido aquele peixe. Ou excesso de cerveja. Volta da praia. Preparo para ir embora. Minha mulher descobre que esta gravida. Abro uma cerveja. Feliz 2011.