fiz 6 meses no Brasil

Oi pessoal!
Agora que eu já completei 6 meses e minha linguagem está cada dia mais desenvolvida, resolvi contar como estão sendo estes dias aqui no Brasil. Cheguei com a mamãe depois de uma viagem bem peculiar, onde eu gastei umas 8 fraldas, não consegui dormir naquele bercinho minúsculo do avião e por fim tive febre no vôo vindo do Rio de Janeiro. Nem preciso dizer que cheguei aqui um bagaço de bebê. Cabelo bagunçado, roupinha suada, ninguém merece viu. E pensei que o mundo estivesse acabando quando vi todo aquele sol batendo na minha cútis branquinha européia. Aí percebi o que pensei ser o fim dos tempos: o barulho. E eu que achava que meu choro era barulhento, descobri que eu sou juninha perto do barulho brasileiro. Os carros buzinam, as pessoas são todas iguais a minha MÃE e falam ALTO, as portas batem, o trem de ferro é vizinho dos meus avós e pra piorar eles tem 2 cachorros adoráveis que latem no portão a cada pedestre que passa.É o caos na terra gente! Já desesperada e pensando que meus dias estavam no fim e eu nunca mais veria o silencio e aconchego do meu quartinho, resolvi que o jeito seria chorar. E então eu chorei por uns 5 dias.

Mas parece que ninguém ouviu meu protesto e por causa do calor minhas lagrimas começaram a secar. Mas como quem está no inferno abraça o capeta, eu resolvi abraçar este clima tropical e comecei a aproveitar. Então por agora eu estou adorando passar os dias de perninhas de fora e nuquinha suada. Adoro comer manga, melancia, caldinho de feijão, pão de queijo. Adoro passear de carrinho no sol, com meu filtro solar baby 50. Adoro os meus avós, bisavós, priminhos, tios e tias, e o jeito que eles me fazem rir, falam alto, me pegam no colo, me beijam, me mostram as plantas, os bichos, o mundo. Eu ainda choro (ah, disso eu não abro mão!), mas durante o dia eu quero mais é aproveitar tudo e mais um pouco desta minha família que me ama e que eu vou sentir muitas saudades depois que eu voltar lá pro meu quartinho quietinho…